segunda-feira, 31 de julho de 2017

Leitura da semana: Espaço, Literatura & Cinema


Leitura da semana:

Espaço, Literatura & Cinema
Sidney Barbosa (org.)
(Livre-Docente pela UNESP, professor do Instituto de Letras da UnB)
e
Ozíris Borges Filho (org.)
(Professor da UFTM e do Mestrado em Estudos da Linguagem da UFG-Catalão)


Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:

Outras notícias da editora:

Mais informações, escreva para:
todasasmusas@gmail.com

E nosso Instagram:




sexta-feira, 28 de julho de 2017

Cultura afro-brasileira em rede

Africanidades e as Novas Tecnologias de Informação e Comunicação: Diálogos Pertinentes

Silvana Rodrigues Quintilhano (org.)
(professora da Universidade Tecnologica Federal do Paraná. Doutora em Letras pela Universidade Estadual de Londrina ).
e
Rosimeiri Darc Cardoso (org.)
(Professora e coordenadora do Curso de Letras da UNESPAR. Pós-doutora em Letras pela UNESP)



Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:

Mais informações, escreva para:
todasasmusas@gmail.com

E nosso Instagram:






quarta-feira, 26 de julho de 2017

Homenagem ao aniversário de Aldous Huxley


Práticas de ensino e aprendizagem relacionadas às africanidades e às novas tecnologias

Africanidades e as Novas Tecnologias de Informação e Comunicação: 
Diálogos Pertinentes

Silvana Rodrigues Quintilhano (org.)
(professora da Universidade Tecnologica Federal do Paraná. Doutora em Letras pela Universidade Estadual de Londrina ).
e
Rosimeiri Darc Cardoso (org.)
(Professora e coordenadora do Curso de Letras da UNESPAR. Pós-doutora em Letras pela UNESP)



Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:


Conheça o nosso Instagram:


Mais informações, escreva para:

todasasmusas@gmail.com


terça-feira, 25 de julho de 2017

XII Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo

Na próxima quarta- feira, 26/07, às 20:30, na abertura do XII Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, haverá a exibição ao ar livre, no Memorial da América Latina, do filme "Corpo Elétrico”, de Marcelo Caetano. 



Diante de tanto cinismo e desmonte, Corpo Elétrico, mostra uma São Paulo inesperada. Sem apagar mas indo além do mundo do trabalho em que as relações de classe, de gênero, de etnia se apresentam como formas sutis de encontros e fugindo de lugares-comuns fáceis. É um filme luminoso, sobretudo na porosidade dos corpos, nos toques, nos gestos. É um filme generoso. Nos faz lembrar sem grandes palavras que “um sonho feliz de cidade” é possível. Não perca. É um filme hedonista, não escapista.

Por: Denilson Lopes, ECO/UFRJ

Mais informações sobre o filme: 

http://www.festlatinosp.com.br/2017/corpo-eletrico/

Mais informações sobre a abertura do festival: 

https://www.facebook.com/events/105972816728366/?acontext=%7B%22action_history%22%3A%22[%7B%5C%22surface%5C%22%3A%5C%22page%5C%22%2C%5C%22mechanism%5C%22%3A%5C%22page_upcoming_events_card%5C%22%2C%5C%22extra_data%5C%22%3A[]%7D]%22%2C%22has_source%22%3Atrue%7D

quarta-feira, 12 de julho de 2017

"Morir antes que esclavos vivir!"

Praça Kantuta: um pedacinho da Bolívia em São Paulo
de Ubiratan Silva Alves

(Doutor em Educação Física pela Unicamp, mestre em Psicologia e Educação pela USP, licenciado em Educação Física pela USP. Professor das Faculdades Flamingo e Diadema, em São Paulo)



Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:

Mais informações, escreva para:
todasasmusas@gmail.com

terça-feira, 11 de julho de 2017

Agora também no Instagram!



A Editora e Revista Acadêmica Todas as Musas está agora também no Instagram.


Acesse com seu Smatphone pelo QR Code acima ou procure pela #editoratodasasmusas


Ou pela Internet, no endereço:





Para conhecer os lançamentos, acesse o link da Livraria da Editora em:



Mais informações, escreva para:
todasasmusas@gmail.com

Instagram   

    Um pedacinho da Bolívia em São Paulo

    Praça Kantuta:  um pedacinho da Bolívia em São Paulo, 
    de 
    Ubiratan Silva Alves
    (Doutor em Educação Física pela Unicamp, mestre em Psicologia e Educação pela USP, licenciado em Educação Física pela USP. Professor das Faculdades Flamingo e Diadema, em São Paulo)



    Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:

    Mais informações, escreva para:
    todasasmusas@gmail.com



    segunda-feira, 10 de julho de 2017

    Promoção Dia do Escritor


    Acesse o link da Livraria da Editora em:

    Mais informações, escreva para:
    todasasmusas@gmail.com


    Orientações sobre a estrutura do trabalho acadêmico (USP)

    A Biblioteca Florestan Fernandes (FFLCH-USP) possui um website com orientações relativas à estrutura do trabalho acadêmico na área de humanidades baseadas nas normas técnicas atualizadas.



    Leitura da semana: Praça Kantuta

    Leitura da semana: Praça Kantuta: um pedacinho da Bolívia em São Paulo, de Ubiratan Silva Alves.


    Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:

     Mais informações, escreva para:
    todasasmusas@gmail.com



    quinta-feira, 6 de julho de 2017

    Aeroporto Afonso Pena (Curitiba) recebe a exposição de Eloir Jr.

    Crédito: Lex Kozlik

    A Secretaria de Cultura de São José dos Pinhais, em parceria com a Infraero, realiza nesta quarta-feira 05/07, a exposição de Artes Visuais ”Moje Babuszki” no Aeroporto Afonso Pena. A mostra que já foi vista com grande sucesso na Casa da Cultura Polonesa Pe. Karol Dworaczek na Colônia Murici está em itinerância cultural e busca despertar o interesse na cultura e na arte da pintura de bonecas de encaixar através das obras do artista plástico Eloir Jr.

    Babuszki em madeira


    “Moje Babuszki”, que em polonês significa “Minhas Babuchkas” e carinhosamente “minhas vovozinhas”, é uma coletânea lúdica e sacra, com muita influência eslava, onde o artista expressa seu icônico e preferido tema pictórico através das tradicionais bonecas de encaixar, e neste processo surgem referências as grandes atrizes, lendas e demais personalidades que interagem também com santos católicos em cenários paranistas.  
    Os bidimensionais de Eloir Jr. exteriorizam a riqueza cultural das milenares Ucrânia e Polônia, e seus personagens incorporam esta figuração geométrica em harmonia com gralhas azuis, pinhões, araucárias e lambrequins, remetendo a gênese da colonização paranaense.   

    Matriochka Maria do Ingá

    Crédito: Carla Schwab 
    Sobre o artista:
    Nascido em Curitiba-PR, Eloir Jr. é Artista Plástico e curador, pós-graduado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e graduado pela Universidade Tuiuti do Paraná. Colunista cultural do Sztuka Kuritiba e Arte&Cultura Paranaense da Revista Paulista.
    Expõe profissionalmente seus trabalhos artísticos em mostras individuais, coletivas e salões de arte desde 1997 com participações em algumas edições da Casa Cor Paraná, e obtendo 12 premiações durante este período. Suas obras estão em coleções de acervos nacionais, internacionais e livros de arte e cultura.  
    Em 2010 representou com suas pinturas o Estado do Paraná na cidade francesa de Vaire-Sur-Marne, em 2013 participou de exposição no Carrousel Du Louvre em Paris e em 2016 na Biblioteca Pública de Nova Iorque.
    Há 20 anos é estudioso das etnias européias que imigraram e colonizaram a terra Paranaense, com enfoque principal na cultura eslava da Polônia e Ucrânia, onde não só expressa a pintura sobre tela, como também o artesanato cultural destes países.
    Seu trabalho é alegre, colorido e resgata as memórias culturais trazidas pelos diversos povos. Inspirando-se nos folclores polonês e ucraniano, o artista consegue demonstrar a convivência harmoniosa das etnias com os ícones paranaenses como a gralha azul, araucárias e pinhões.

    SERVIÇO:
    Exposição de Arte: “MOJE BABUSZKI”
    Local: Aeroporto Internacional Afonso Pena
    Av. Rocha Pombo, 2730 – Águas Belas
    São José dos Pinhais – PR                        
    Abertura da exposição: 05/07 às 10h
    Período expositivo: até 30/07/2017
    Entrada: Gratuita

    Classificação: Aberto a todos os públicos

    Espírito Santo Paranaense


    Do artista:
    http://sztukacuritiba.blogspot.com.br/

    "Mimese dos nossos sentimentos"


    Mimese dos nossos sentimentos, o mundo delineado por Laura Figueiredo identifica os temores que cada um de nós viveu, porque sabemos o que fomos, porque, como ela, vemos o nosso passado e identificamos nas linhas de nossas memórias, de suas memórias, das memórias dos cânones, as palavras e as vidas de tantas personagens literárias que foram “Helenas, Vitórias, Julianas [...] Luizas, Capitus”, que fomos nós e que foram, ou não, Laura.

    Do prefácio de Fernanda Verdasca Botton (Doutora em Literatura Portuguesa pela USP, Professora do Centro Tecnológico Paula Souza)

    Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:

    Mais informações, escreva para:
    todasasmusas@gmail.com

    quarta-feira, 5 de julho de 2017

    "São os contrários que movem a vida"

    "São os contrários que movem a vida.
    Os opostos se atraem, e nessa atração
    Nascem a lógica, a combinação, os efeitos,
    A verdade, a realidade....

    É como uma montanha russa... a natureza"


    A semântica do caos e outros poemas, de Laura Figueiredo




    Veja na Livraria da Editora em todasasmusas.org